Bem-Vindo

Medicina e Odontologia Avançadas e Estética

   
Unidade Sussumu Hirata
11 3742-8128 | 11 5505-7059 | 11 95973-1467
Unidade Morumbi Town Shopping
11 5063-4130 | 11 99346-3343

Notícias

POSTURA E POSIÇÃO MANDIBULAR

Quando estamos em pé, numa posição ereta, curvamos um pouco nossas costas para traz numa tentativa de melhorar o equilíbrio do nosso corpo, curvando, assim, também nossa coluna vertebral. Nesta posição apoiamos todo nosso peso sobre os pés. Você não percebe, mas sua mordida (a oclusão dos seus dentes) pode afetar a sua postura.

A sua postura e a sua oclusão dentaria (mordida) estão intimamente relacionadas. Uma afeta a outra envolvendo os músculos do pescoço, costas, pélvis e pernas. Nosso corpo tem um centro de gravidade grande apoiado em uma base muito pequena, somado ao fato de termos nossa cabeça equilibrada sobre a coluna vertebral.

Quando falamos em postura imaginamos que nossa cabeça e coluna vertebral estão equilibradas em relação à força da gravidade e os ossos são a estrutura de sustentação para o nosso corpo. O trabalho que dois ossos executam juntos formam uma articulação e os músculos, fixados aos ossos, dão resistência e permitem os movimentos.Todos os músculos do corpo trabalham num esforço coordenado para que possamos nos manter eretos e fazer os diversos movimentos de que temos necessidade.

Uma postura errada ou viciosa pode sobrecarregar e injuriar as articulações, bem como levar à sobrecarga muscular com as conseqüentes contraturas e espasmos, com quadro de desconforto e dor. Perdemos mudar nossa postura para uma posição de melhor equilíbrio, pois quando reposicionamos uma parte do nosso corpo estaremos afetando as demais estruturas.

A cadeia postural:

Quando uma parte do nosso corpo não está alinhada com a outra forma uma cadeia similar de reação. Podemos imaginar o nosso corpo como uma corrente postural com os pés em uma extremidade e a cabeça, mais especificamente os dentes na outra. Quando nossos dentes estão ocluidos (os inferiores em contato com os superiores), cada elemento dentário tem uma relação de contato com o seu oposto.

Esta mordida determina a posição da mandíbula, bem como a posição da cabeça sobre a coluna vertebral. Para demonstrar este fato, em uma posição em pé e ereto incline sua cabeça para traz e feche a boca fazendo com que os dentes ocluam (os inferiores encostem-se aos superiores levemente. Note que nesta posição seus dentes posteriores irão encostar-se primeiro. Agora incline sua cabeça para frente até próximo ao peito e, novamente, feche a boca fazendo com que os seus dentes ocluam novamente, tocando-se levemente. Nesta posição, você notará que seus dentes anteriores tocarão primeiro.
Estes movimentos mostram quanto sua oclusão e posição da cabeça estão interrelacionadas: uma afeta a outra. Existe uma interligação: o osso da mandíbula está conectado a cabeça; os ossos da cabeça estão conectados ao pescoço e, assim, os demais ossos do corpo. Os dentes fazem parte do sistema esquelético. Desta forma, quando os seus dentes estão desalinhados, muitas vezes existe um efeito compensatório produzindo uma cadeia de reação que vai influenciar na sua postura. Nosso corpo procura sempre ajustar-se a uma posição de maior conforto e, para isso, envolve os músculos do pescoço, costas, quadris, pernas e pé.

Os problemas posturais podem ser tratados por fisioterapia que pode incluir alongamento dos músculos que estão contraídos e educação postural.
A negligência postural pode causar mudanças físicas nos ossos, articulações e dentes. Quando sua artriculação dentaria está envolvida com problema postural você deve corrigi-la para que seus ossos, músculos e dentes trabalhem sem sobrecarga e tensão; pois a posição postural de sua cabeça, pescoço e ombros estão intimamente relacionados com sua articulação dentária. A correção dos dentes se faz necessária para corrigir a oclusão. Com estas medidas você estará curando as dores de cabeça tensional, dores no pescoço e costas. Quanto mais tempo persiste um hábito postural pobre, mais difícil é de corrigir e mais doenças traz para nosso corpo.
Se você possui alguns dos sintomas citados, procure nosso consultório que teremos prazer em orientá-lo para um tratamento adequando.

Uma postura inadequada nem sempre é um problema de saúde, mas, na maioria das vezes, trás conseqüências que podem ser a origem de muitas doenças e de sofrimentos.

Sintomas de uma postura inadequada:
- Sensação de formigamento ou entorpecimento em uma das mãos.
- Dores nos maxilares, cabeça, pescoço, ombros ou costas.
- Sensação de ouvido tampado.

Sinais de má postura:
- Um ombro mais alto que o outro.
- Os músculos do peito mostram-se flácidos ao toque.
- As panturrilhas podem estar alongadas de modo diferente.
- Os calcanhares são sobrecarregados indevidamente.
Muitos problemas posturais são decorrentes da idade. Quanto mais tempo o problema existe, mais difícil é a correção.

Oclusão e postura da cabeça:

Muitas pessoas têm sistematicamente suas cabeças posicionadas para frente. Idealmente, quando estamos em pé, visto em uma posição de lodo, uma linha vertical vindo diretamente do chão deveria passar através do centro do ouvido, ombros, costelas e centro da parte côncava dos pés. Se a cabeça está posicionada a frente desta linha ela induz sobrecarga nos músculos dos ombros, costas, pescoço e da própria cabeça. Em média a cabeça humana pesa em torno de 6,5 quilos e cada centímetro que é posicionada para frente, o esforço para suportá-la é o triplo, soma-se ainda o fato de que nesta posição os ombros projetam-se para frente e a mandíbula para trás, mudando a posição oclusão. Esta posição pode influenciar também o restante do seu corpo.
Quando os seus dentes estão desalinhados os músculos da mastigação procuram compensar girando a mandíbula para que os dentes possam ocluir o que faz com que seus músculos sofram sobrecargas constantes de força, tornando-se encurtados pela contração e novamente levar a cabeça de um lado para outro. Esta posição faz ainda com que nosso corpo se ajuste para manter nossos olhos e ouvidos a um nível paralelo ao solo. Esta condição, com o tempo, prejudica a oclusão dentária, podendo causar, também, problemas em outras áreas do corpo.
A sua oclusão e a postura de sua cabeça estão intimamente relacionadas – uma afeta a outra.

Fale Conosco

Preencha seus dados abaixo e envie uma mensagem para nós

Enviar